17 de outubro de 2012

SHOW DE TALENTOS

Banda Filhos do Guardinha

No dia 26 de Maio a nossa escola recebeu vários talentos artísticos. Alunos, professores e funcionários deram um verdadeiro “Show”. Uma das atrações principais do evento foi a Banda “Filhos do Guardinha”, que tem como vocalista o Professor Plínio. Em entrevista com a Banda o professor relatou a sua experiência com a música, a formação da Banda e a paixão também pela escola.
Outra atração musical do Evento foi o já conhecido pelos alunos: Mc Douglinhas que deu um “Show” de criatividade e talento. Em entrevista para os alunos afirmou “meu sonho é seguir a carreira de Mc” e “onde Deus quiser que eu vá eu vou”. Esse garoto é mesmo um artista nato!

Segue na íntegra a entrevista da Banda “Filhos do Guardinha”:
Alunos: A Banda ou o Grupo “nasceu” devido alguma ideologia de vida, vontade pela música, ou algo em especial que queiram compartilhar conosco agora? 

Banda: Na realidade a Banda nasceu antes da ideologia. Ela nasceu da amizade! Eu Wesley, Paulo e o Lucas já nos conhecíamos. Eu acho que a Banda surge ali, na amizade. A ideologia vem depois com tudo que a gente aprende, e com a as coisas que a gente faz melhor. E posteriormente o Luis veio para somar o grupo.

Alunos: A Banda já sofreu algum tipo de pré-julgamento do público em geral devido ao estilo?

Banda: Não! Sim, pelo nome da Banda né. ?

Alunos: Professor o senhor prefere cantar ou lecionar para nós? (risos)

Professor Plínio: Eu nunca pensei, quando estava fazendo faculdade. Ai eu procurei cursos, por que eu sentia que havia necessidade de continuar estudando. E eu gostava muito de literatura! Então eu fui o mais alto que eu pude na literatura. Quando eu comecei a dar aula eu me apaixonei pela minha profissão. Na verdade cantar e lecionar são duas coisas completamente diferentes. Eu poderia dizer que eu não conseguiria viver hoje sem dar aula e sem cantar.

Alunos: Lucas, qual a sua música predileta para quebrar a baqueta? (risos)

Lucas: A música é “Negro Gato”. Hoje eu não quebrei por que não tocamos. (risos)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!